21 junho 2009

Devia ser criado o grau 3 ?

Esta foi a sondagem que foi colocado neste blog.

Resultados


Ganhou o Não por uma margem pequena.

Fiquei surpreendido com este resultado, eu sou a favor da criação do Grau 3, especialmente por duas razões
- Tornar o Agility mais competitivo
- Os Agiliteiros "menos bons" tinham possibilidade de ganhar mais provas e assim terem mais incentivos para continuar a trabalhar

Julgo que é um erro pensar-se que as provas iam demorar ainda mais tempo e que não existem cães suficientes para o Grau 3.
Uma redução do tempo standard, uma modificação ligeira na pista não demora mais que 2 minutos e seria o suficiente para ficar mais competitivo.
Somos poucos cães é verdade, mas somos bons :)

Just Agility

10 Comentários:

Jorge disse...

Não gostava de deixar passar a oportunidade de comentar os resultados e a tua opinião Hugo.
Começo por te desafiar a fazer o seguinte:
1º Analisa quantas duplas é que conseguiram pontuação máxima na totalidade das provas durante o campeonato todo do CPC de 2009;
2º Analisa a média de pontos conseguida por cada concorrente em prova e a média de pontos global;
3º Analisa a percentagem de cães que em provas de média dificuldade conseguem limpar duas vezes seguidas;
4º Analisa os resultados conseguidos nos mundiais pelos nossos cães desde 1996.
5º Conjuga as tuas conclusões com esta minha opinião:
Penso que uma dupla dita de Grau 3 pressupõe não apenas ganhar, ou ficar nos primeiros 5 ou 6 lugares do campeonato, mas sim também, atingir performances que estamos longe de atingir (doa a quem doer). Efectivamente o nosso agility, infelizmente, é um agility médio (com boa vontade), Cada vez temos menos concorrentes, aliás, diminuição atenuada pelo facto de alguns concorrentes tenderem a ter mais cães em campeonato, caso contrário estaríamos bem pior. A acrescentar a isto verifica quais os critérios coerentes aplicáveis à passagem ao Grau 3 e quantas duplas estariam nesse grupo. Mais se há pessoal que gosta de ter taças em casa, então deve trabalhar mais para conseguir ser mais competitivo (e falo também contra mim mesmo), ou então criem-se prémios parcelares, tais como melhor raça portuguesa, melhor border, melhor... qualquer coisa.
Eu penso que deveremos ter os pés na terra e resolver antes deste, outros problemas como a falta de novas adesões ao agility, a confusão que é a organização do nosso campeonato, etc.
É pena que não exista quem faça a estatística das prestações dos nossos campeonatos, se alguém o fizesse penso que algumas conclusões que por vezes somos levados a tirar baseadas no coração seriam certamente alteradas em função da razão, queiramos nós ser terra a terra.
Para mim o Grau 3 é apenas uma divisão necessária quando existem grandes diferenças de qualidade entre grande número de concorrentes, se o que procuramos é um grau de maior dificuldade para permitir maior desenvolvimento, então é fácil, srs. juízes toca a dificultar nas provas, agora, vamos ver quantos cães é que concluem as provas se aumentarmos muito o nível de exigência.
Ou queremos o Grau 3 apenas para dizer que também temos Grau 3? Isso é apenas um título, 3 divisões no nosso campeonato com 36, 37 duplas onde nestas duplas temos cães que correm com dois condutores e condutores que concorrem com dois e mais cães?
Eu sou contra o Grau 3, ou melhor, eu sou contra a divisão do campeonato em 3 graus, agora se ao grau para alem do grau 1 lhe chamam de dois ou de 3 tanto me faz, agora sejamos consequentes e avaliemos bem as consequências de assumir o grau 3, depois não venham dizer que as provas são dificílimas.
Por mim devemos dar o passo de acordo com o tamanho das nossas pernas, não ao grau 3, com o devido respeito por quem pensa de forma diferente.
Abraço a todos.
Jorge Pires

Just Agility disse...

Ca estou eu para responder ao desafio

1º Apenas por duas vezes fizeram 26 pontos
2º Não percebo qual o interesse desta analise
3º Como definir provas de media dificuldade ?, parece ser um pouco abstracto
4º 1996 !!!!!!! só falo desde o ano que estou no Agility 2002 , e provavelmente os fracos resultados devem-se a pouca competitividade do nosso campeonato , com excepção deste ano

O Agility Português é um Agility médio ?? talvez seja mais do que isso, e talvez se olhares para os anos mais recentes vejas prestações individuais muito boas, vê o Sérgio no Crufts e no EO2006 com um 5 lugar, vê a equipa Std do Filipe e do Luis no EO2008, vê as minhas prestações no EO2007 e EO2008

Eu chamo a isto evolução e trabalho.

Muitas pessoas falam que o Agility a uns anos eram 80 duplas nas provas ... eu digo excelente, e a pergunta é sempre a mesma , porque é que não vêem mais pessoas para o Agility
Eu faço a pergunta de outra forma, porque é que as pessoas se foram embora ??

Se calhar porque se cansaram de ver o seu cão fazer muitas asneiras e acharam que não valia apena porque nunca iam ganhar nada.

Agora separa as aguas e algumas destas pessoas ate começam a ganhar umas provas ...achas que ficavam ??? eu acho que sim

E pergunto, e os que são viciados no Agility, os que querem mais competição, pistas mais difíceis, querem ser alguém internacionalmente ...esses vão pagar a factura de termos um campeonato pouco competitivo ?? e têm de fazer pistas fáceis ?

Não concordo contigo Jorge, o Grau 3 permite aumentar a qualidade dos que querem ser melhores, e permite que muitos que adoram este desporto e que sabem que não conseguem fazer muito mais, possam se divertir e ganhar umas provas

Os critérios de passagem ... esses não me cabe a mim definir , mas uma coisa é certa só passa para Grau 3 quem cumprir esses critérios e quem quiser passar.

Grau 3 é um passo inevitável para o acréscimo de qualidade do Agility Português

Jorge disse...

Olá HUGO como te prometi ao telefone e cá vem uma resposta, a bem do Agility e a bem do interesse do teu Blog, pelo menos assim o espero.
Não quero que vejam o que escrevo como critica a quem quer que seja, nem tentem ler nas entrelinhas porque eu não sou pessoa de entrelinhas, o que escrevo é o que penso sinceramente e o meu maior desejo é um dia poder dizer: “Tens razão Hugo, somos mesmo bons”.
Quanto aos comentários que fazes relativamente às minhas 4 questões para que saibam:
1º Sim apenas duas vezes, corresponde a uma probabilidade de 13,33% (ou de outro modo Aproveitamento de 13,33%), poderia até significar competitividade mas continuemos, pois um factor apenas é curto para tirar conclusões;
2º Já vais perceber:
É que quando tens 2 excelentes zerados seguidos, consegues pelo menos 12 pontos e isso possibilita-te uma análise rápida e verdadeira do nosso valor, assim tens que:
a. Apenas uma dupla STD tem um índice de provas com exc duplos zerados acima dos 50% e são apenas 53% (SÓ UMA) com uma medi de pontuação de 13,07 por prova;
b. Apenas duas duplas MIDI têm um índice de provas com exc duplos zerados acima dos 50% ambas com 53,3% (APENAS DUAS) uma com 13,87 de média de pontos por prova e outra com 11,4 pontos por prova;
c. Ou seja num total de 40 duplas, apenas 4 têm um índice de aproveitamento superior a 50%;
d. E apenas por curiosidade, apenas 7 têm índice de aproveitamento superior a 40% (com as acima referidas também incluídas),
e. Aliás, como eu estou a referenciar os exc duplos zerados aos 12 pts até estou a ajudar esta média, porque há outras formas de conseguir 12 pontos sem por exemplo (1º class geral – 8 pts + MB numa manga 1 pt e um excelente sem faltas noutra manga dá exactamente 12 pontos), portanto como provado os números podem ainda ser piores mas não tenho neste momento dados que me permitam confirmar, teria que ter as folhas de resultados de todas as provas.
3º Realmente depende de cada um efectivamente, mas espero que confies no bom senso, pelo menos da maior parte dos juízes (eu sei que no meu não confias, aliás sou o único juiz que alguma vez criticaste por ter cometido uma falha numa prova, é porque realmente devo ter sido o único a cometer semelhante falha. Heheheheheheh);
Esse grau de dificuldade pode medir-se pelo número de “dificuldades” apresentadas durante o percurso, pelo tempo dado para o resolver, ou até pelo nível das dificuldades a apresentar. Acredita, nós cá vamos fazendo provas de média dificuldade.

Jorge disse...

Quanto às idas aos Crufts e EO há duas considerações a fazer:
1º Considero altamente meritório quem se empenha de forma a conseguir ir a estes eventos, pela sua grandiosidade, pela experiência que podem dar e porque tem um mérito muito grande dizem que existe agility em Portugal por isso: Parabén Sérgio Sousa, Hugo, Luis Sousa, Paulo Sousa, Filipe Vilhena e todos os outros que têm ido etc etc….
2º São as regras de selecção e a possibilidade de ida a esses eventos, ou tenho que lembrar como se pode ir a um Crufts ou a um EO, tenho que te lembrar como se é apurado para as finais????? Portanto na final estás longe de defrontar os melhores, alguns serão naturalmente, mas areia para os olhos? Hehehehehehehe, para todos percebermos do que estou a falar, queres publicar o método de selecção e o método de apuramento para as finais das duas provas em apreço? Mais, em vez de referires apenas os resultados de quando correu muito bem, vamos verificar o resultado de todas as participações????
Mesmo que queiras considerar os resultados por equipas onde estiveram intervenientes portugueses (parabéns a todos) e onde conseguiram boas classificações, queres que te lembre o lugar individual em que cada um ficou nessa competição por equipas???
Queres que te lembre a percentagem de eliminações no EO, queres que te lembre a percentagem de faltas cometidas por portugueses? Queres te lembre a média de diferença de tempos para o vencedor de cada prova?
(quer isto dizer que foi uma desgraça??? Nada disso foi o que podemos dar, por mim tínhamos conseguido todos o TOP TEM em cada prova, sabes bem que é o que eu desejo mas o nosso valor não é esse)
Quanto ao Agility Anos 90, não 80 hehehehe escuso-me a comentar, teria que levantar velhas lebtres. hehehe


Se calhar porque se cansaram de ver o seu cão fazer muitas asneiras e acharam que não valia apena porque nunca iam ganhar nada.
Nada disso, foi porque se cansaram de certas coisas que nada tinham a ver com os cães em pista e por aqui me fico.


E pergunto, e os que são viciados no Agility, os que querem mais competição, pistas mais difíceis, querem ser alguém internacionalmente ...esses vão pagar a factura de termos um campeonato pouco competitivo ?? e têm de fazer pistas fáceis ?
Esse têm que respeitar a velocidade de evolução da maioria ou então devem procurar ir o mais possível a outros eventos onde possam evoluir – mas temos alguém que se destaque assim dos outros em termos de qualidade??? Ou ando cego ou não percebo nada disto? (ok, ok não percebo nada disto eheh)

Não concordo contigo Jorge, o Grau 3 permite aumentar a qualidade dos que querem ser melhores, e permite que muitos que adoram este desporto e que sabem que não conseguem fazer muito mais, possam se divertir e ganhar umas provas……
Grau 3 é um passo inevitável para o acréscimo de qualidade do Agility Português

Não o GRAU 3 não possibilita nada porque continuamos a ser as mesmas pessoas com as mesmas manias de embandeirar em arco, narcisistas, sempre a alterar metodologias e incapazes de nos vermos como somos, médios competidores de agility a precisar de evoluir, mas todas as evoluções demoram o seu tempo e é necessário ser paciente.
Jorge Pires

Just Agility disse...

Jorge,

Não vou discutir as %´s , porque existem muitas formas de fazer estatística e a meu ver este quadro que pintaste é muito pessimista.
Vou falar unicamente por mim, eu faltei a 4 provas essencialmente por motivos de doença , e mesmo assim estou acima dos 50% ? ja viste ...nem esta mau !!! , mas agora vejamos , o campeonato de Midi conta com 4 cães .... logo recebemos muitos mais pontos do que se fossem uns 20 ... achas que existe base para estatísticas ? Acho que não

Por acaso não foste o único que critiquei !!! querias ser o único não ??? hehe

Relativamente ao EO e Crufts ....eu do Crufts não sei como são os apuramentos para as finais, mas seja eles quais foram os resultados do Sérgio com o Ben são de nível Mundial e isso ninguem pode negar

Do EO , também não sei se sabes mas as regras mudaram e é muito mais complicado ir a final individual, por isso este ano so foram 2 duplas , eu e o Paulo Sousa. Ambos por sermos os melhores na classe de Portugal .... podes dizer que foi fraquinho .. ok
Mas e a final ? também foi fraquinho ? ficamos em 22 e 26 ... isto é mau ??? e Sim estavam la os melhores, posso te dizer que em Midi estavam la os cromos todos .... e fiquei em 22º , achas isto mau ???
Estamos a falar de Portugal ... onde os cães são acima de tudo nossos amigos, e não cães de agility ( julgo que se percebe o que pretendo dizer com isto )

Prova de equipas onde estão portugueses .... 6 lugar o ano passado, 5 e 2 lugar este ano .... achas mau ??? queres ver o lugar individual ...estas a vontade, mas não te esqueças que isto é prova de equipas, onde a equipa esta em primeiro lugar... mas julgo que também sabes que as regras de classificação por equipas também mudaram e são diferentes do Mundial , porque se fossem igual tinha ficado em 4º lugar por equipas
A classificação por equipas é a soma das prestações individuais ..... o que quer dizer que individualmente para termos os lugares que tivemos .... ate fizemos umas boas provas !!!!! acho eu .

Grau 3 ...

Respeitar a evolução da maioria ???? so podes estar a brincar não ?? porque maior parte das pessoas leva isto na desportiva , so treina quando esta bom tempo ...que eu respeito , eu que treino a chuva e sol, na lama e ¾ vezes por semana tenho que respeitar a evolução da maioria ???

Isto é um desporto individual .... cada pessoa trabalha para conseguir o melhor que consegue, se achas que as pessoas que tentam ir mais longe , querem evoluir e ter maior reconhecimento de todo o esforço e investimento que fazem estão erradas ..... então não percebo como queres que o agility evolua

O grau 3 é o passo a dar ... disso não tenho duvida . Podes dizer que vais fazer pistas do grau 3 super difíceis e que todos vão falhar ... excelente, para que as pessoas percebam que as pistas fáceis so aumentam o ego e escondem os problemas ... criem dificuldades, eu vou errar ... mas so erro nessa vez , porque depois vou querer aprender e melhorar para não errar mais ... chama-se evolução


Jorge .... um grande abraço e muito obrigado pelo comentário

Hugo

Jorge disse...

OK.
Mas deixa-me que te responda sobre este assunto pela ultima vez!
Quanto à forma de fazer as percentagens, eu sou uma pessoa séria como sabes. Até tens gente próxima de ti que trabalha em investigação e te pode confirmar como funcionam estas coisas da estatistica e felizmente sempre tive excelentes (o meu critério de excelência é acima do 17) notas quer a estatistica quer às matemáticas. Os critérios que utilizei pecam por beneficiar a parte que defendes porque o panorama é pior, acredita. Mas para que possam ser defeitas as dúvidas vou enviar-te para o teu e-mail as tabelas que construi se quizeres divulgar podes faze-lo, as formulas que utilizei também lá estão, qualquer dúvida falamos e eu esclareço, ok?
Agora pega na orelha e puxa com força!
Já está?
O facto de algumas duplas angariarem bons resultados, caso do Sérgio como dizes, mas há mais, a mim só me deixa contente e com pena de não poder neste momento acompanha-los nos bons resultados. Agora porque o Sérgio trabalha mis um bocado e consegue bons resultados ou outro qualquer, não significa que o nosso agility tem nivel internacional, porque o nosso agility não é o Sérgio, nem tu, nem eu, somo todos e todos contamos quando se quer avaliar o "AGILITY PORTUGUÊS".
22 e 26 não foi fraco, para o que eu vos desejo foi fraquissimo. ehhehe, mas a questão é que o 22 e 26 corresponde grosso módo ao nosso valor no panorama agiliteiro e não foi fraco, foi à nossa medida mas guardo mai comentários sobre isto no próximo tema que vou omentar que é o resultado da qualidade do "nosso agility".
Quando me refiro que devemos levar isto de acordo com a maioria, naturalmente que me refiroa quem leva isto um pouco mais a sério, certo? Básico.
Fazer pista para falhar, é desrespeitar os concorrentes, os cães e sobretudo o regulamento onde podes ler claramente o seguinte: "o percurso deve ser desenhado de forma a tornar-se agradavel para o cão o concorrente e o público", ora isto significa que deves fazer percursos de dificuldade ajustada ao nivel da maioria dos concorrentes, não para o Hugo, para o Sérgio que já deve ter as orelhas quentes de tanto falarmos nele,(mas é por uma boa causa.
Duma coisa tenho a certesa, para o Grau 3 ser criado, é necessária uma assembleia geral do CPC, só essa instituição tem poder para alterar o regulamento. ehheheheh
E para isso tem que se contar com os votos de todos os sócios, claro que tenham as cotas em dia. hehehehehehhe
Abraço a todos, desculpem a seca.
Jorge Pires

Gonçalo Amorim disse...

Caro Jorge e Hugo,
Sinto-me triste convosco...

Acho que no meio de tanta conversa de resultados dos portugueses, esqueceram-se do grande feito do SPOT em Mundiais:
7º lugar em Espanha 2005
10º lugar na Suiça 2006

Aos mais sensíveis e esquecidos, enquanto estiver no agility vou encarregar-me de lembrar este pequeno grande cão chamado SPOT.

Em relação á vossa "discussão", tentem falar mais em organização da "casa do agility" e depois falem de Graus 1, 2 e 3, e se quiserem 4...

Um abraço aos dois

Just Agility disse...

Tens toda a razão Gonçalo ... O magnifico Spot é um grande campeão .. as minhas desculpas.

grande abraço

Jorge disse...

Pois é tens razão!
GANDAAAAAAA SPOOOOOOOT

edubernie disse...

caros amigos,
, vou vos dar uma percentagem : 5,75%...
é a percentagem de dias do ano em que há provas de agility em Portugal 2009/2010.. ok, que quantidade não é qualidade, mas ajuda.. e se juntarem a isso os brutais Kilómetros que alguns teem de fazer, vejam lá as contas de cada um...por isso papa taças nao existem, porque não há muitas para papar.
essas 21 provas que estou a incluir os opens:

"OS CÃOGURUS 8
C.C.ALENTEJO 3
BOM CÃOPORTAMENTO 2
C.C.LAGOS 2
CANICLUBE 2
EDUCACÃO 1

C.P.C. 2
Comissão CPC 1

...se fizermos as contas, ao que cada clube, se esforça pela modalidade parece um diazito por ano., até que posso ir á missa.
Claro que agora me podem dizer, que são assim os regulamentos etc etc.. epa!isso não sei, e quem me conhece sabe que até estou a leste de muitas coisas.. mas factos sao factos.


grande abraço a todos,

Enviar um comentário

Deixa aqui o teu comentário
Não o faças como anónimo
Obrigado

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO