08 outubro 2009

Entrevista com Samy Wroblewski

Não basta fazer Agility, temos de o sentir e viver como se todos os obstáculos fossem os últimos.

Samy Wroblewski é uma dessas pessoas.

Resultados mais importantes nos últimos 3 anos
- 3º lugar no mundial de 2007 com a Dana – Border Collie na equipa Midi
- Campeão brasileiro midi em 2006/07 com a Dana e em 2008/09 (Theo).
- Bi campeão Campeão brasileiro midi em 2008/09 com o Theo – Shetland
- Bi-campeão Brasileiro Standard e unificado 2007/08 e 2008/09 com o Chester – Border Collie
- Melhor tempo na prova de agility individual na classe midi, no AWC Helsinki 2008 com o Theo.
- Vice-Campeão no Américas e Caribe 2008 Argentina com o Chester.
- Campeão no Aberto das Américas 2009 com o Theo.
- Campeão por equipas, Standard, no Américas e Caribe e no Aberto das Américas em 2008 com o Chester
- Campeão por equipas, Midi, no Américas e Caribe e no Aberto das Américas em 2009 com o Theo.
- 6º lugar no AWC 2009 – Dornbirn , classe Midi, com o Theo



Just Agility ( JA ) – Fazes Agility desde os 11 anos de idade, algo que em Portugal não é muito normal.
Durante estes anos alguma vez pensaste em desistir do Agility ?
Samy Wroblewski ( SW) – Já sim. Como eu era muito novo, me desanimava muito quando eliminava demais e coisas do tipo. Digo sempre que, se não fosse meu pai, talvez não estivesse até hoje no agility, ele teve muito trabalho...haha!

JA - Com apenas 21 anos já és considerado um dos melhores agiliteiros brasileiros da actualidade e um dos melhores do Mundo, o que pensas sobre isso ?
SW – Penso que é uma sonho realizado, é aquilo que eu sempre quis. Ficar entre os 10 melhores do mundo então, é uma sensação muito boa!

JA – Nos últimos 3 anos, os teus resultados agiliteiros tem sido espantosos, qual foi aquele que te deu mais prazer?
SW – São vários, como disse na resposta anterior, são sonhos realizados. Não posso eleger um, mas com certeza o 3º lugar no Mundial de 2007, com a Dana, o Bi – campeonato Brasileiro, com o Chester e esse 6º lugar, com o Theo, estão um pouco à frente dos outros.


JA – Actualmente participas na classe Midi e Standart, quais são as principais diferenças que encontras em pista e em treinos?
SW – São conduções e cães muito diferentes. Falando especificamente de mim, com Theo corro mais e com o Chester o tempo de reação é menor. As pistas aqui no Brasil não descriminam categorias, mas no mundial a pista do midi costuma ser mais travada, isso está mudando, mas ainda é assim.

JA – Tens um estilo de condução “diferente” da generalidade do Agility Brasileiro.
Em que consiste o teu estilo, quais os principais aspectos?
SW – Não sei se sou diferente, ou não, mas no Brasil ainda temos a cultura de “não eliminar” e eu tenho, de uns tempos para cá, tentando mudar isso na minha condução. Tento tirar o máximo sempre, porém sem esquecer o cão, estou me adaptando ainda, nem sempre dá certo...hehe. Tento sempre o caminho mais curto, mas sem parar muito o cão para que ele faça essa trajectória. Não gosto muito de me afastar do meu cão pois, penso que quanto mais perto eu estiver, mais claro posso deixar o exercício para ele.

JA – Provas internacionais, provas no Brasil, dar aulas de Agility na escola ..... consideras-te um profissional do Agility ?
SW – Apesar de não estar mais dando aulas de agility, não levar mais a vida como tal profissional e não gostar muito de ser considerado um profissional, não tem como fugir. Sou um profissional, pelo tempo que dediquei , são quase 50% da minha vida nesse esporte.

JA – Próximos 10 anos, quais são as tuas principais ambições?
SW – Eu tenho vontade de melhorar a minha posição no individual mas, na verdade, agora não penso muito em ambições, quero “curtir” esse resultado obtido.


JA – O que pensas do Agility Português ?
SW – Bom não conheço muito o agility Português, em si. Quem eu conheço são os que vão aos mundiais. O que posso falar é que vi pessoas novas, ou que, pelo menos não via há muito tempo e isso é bom. Renovação, pessoas como você, João e o Felipe, eu não conhecia e me pareceram ter muito boa vontade. Tem o Sérgio, com o Ben, que sempre gostei. Estão fazendo cursos, se actualizando e tentando melhorar, acho que esse é o caminho.

JA – Uma mensagem para os teus “fãs” e para os leitores do Just Agility.
SW – Primeiro quero dizer que foi um prazer conhecer você. Aos Fãs de agility e aos seus leitores, só posso dizer que continuem fazendo esse esporte maravilhoso independente de resultados que possam, ou não, vir. E que, nunca desistam dos seus cães pois, eles nunca desistirão de vocês.

Um grande abraço
Samy Wroblewski

Agradecimentos ao Samy por esta excelente entrevista

Just Agility

8 Comentários:

Tiago/Happy disse...

Ola Hugo e amigos.
Queria passar aqui para dizer que além
do otimo agiliteiro, ele é uma pessoa
maravilhosa e merece tudo de bom.
Sou muito feliz em treinar e ser amigo desse
"menino"
Valeu Samuca.
Abraços do teu Truta.

Fabiano disse...

Grande Samuca. Como bem falou o Tiago esse cara é tão grande dentro de pista quanto é fora. Dedica tempo ao agility e aos amigos que são muitos, quase todos.

Sou fã dele, incondicional.

Parabéns pela escolha do entrevistado Just!

katia disse...

Eu também quero deixar registrado, tens mais uma fã, como sp te digo, vc merece esses resultados, e quero estar presente qdo vc for campeão mundial...Parabéns!!!

Abços
Kátia

Just Agility disse...

Ele tem um segredo ...... são os bonecos que ele usa para treinar :):)

Mais uma vez Samy, grande abraço e foi um prazer te conhecer pessoalmente.

Quem sabe no proximo Europeu nos vemos ???

Samy disse...

Tiagão, Fabiano e Katia: Muito obrigado pelas palavras amigos!

Hugo, mais uma vez, muito obrigado pela entrevista. Não sei se até o próximo europeu, mas com certeza até uma próxima!

abraços,

Samy

ps: esse brinquedo já é "da sorte"...haha

Just Agility disse...

Não vais ao Europeu !!!!!!!!!! não sabes o que perdes :):):)

Anónimo disse...

Não conheço o Samy pessoalmente, mas acompanho de longe sua escalada no agility. Sou uma grande admiradora do trabalho dele o do pai dele, o Dan. Parabéns Samy, e valeu Hugo sempre dando espaço para o que se tem de melhor no agility do Brasil.
Grande abraço e afagos no Kissy.
Elenice

Dan disse...

Ola Hugo, td bem?
Da hora esta reportagem, parabens!E merecida tbem!
O Samy hj é o campeão geral do gr3 no Brasil( ranking unificado) com Chester( bi campeào) ganhou tbem o gr3 no midi com o Theo, é o melhor condutor do Brasil!
Digo, com tranquilidade isto pois não treina mais que uma vez por semana, trabalha de dia e estuda a noite , da aulas particulares de agility a noite ( na casa de um amigo nosso), mas treinar não treina.( esta semana treinará sexta a noite pra competição de sab e dom, vai matar aula p isto)
Sei bem como td aconteceu, ajudei,ele cresceu dentro do agility e tem don natural para conduzir,treinar e dar aulas, é diferenciado c certeza e tem maturidade apesar de ser jovem!
Me orgulho deste filho que ainda vai dar muitas alegrias p o Brasil , para o DW e para ele mesmo!
Minha contribuição foi guia lo qdo era mais joven e aconselha lo sempre e lógico na carga genética ( risos!!)!!!!

grande abraço
Dan

Enviar um comentário

Deixa aqui o teu comentário
Não o faças como anónimo
Obrigado

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO